Jonathan Amorim Cincinato da Silva é absolvido

Eu estava acompanhando o caso do pastor Jonathan Amorim Cincinato da Silva que trabalha como empresário de futebol e que teria sofrido uma acusação muito grave de sua companheira.

Acompanhando o caso para ver o que poderia acontecer, se seria mesmo confirmado ou não a tal acusação.

O que me chamou a atenção nesse caso foi o fato de ele ter sido liberado logo após a denûncia feita na delegacia.

Foi exatamente isso que me fez acompanhar o caso, já que um fato desse poderia ser rapidamente feito a prisão dele em flagrante, mas não, simplesmente ele foi liberado.

O que me deixou a entender que ele poderia ter sido acusado injustamente.

Agora em 2018, quase 4 anos depois ele foi absolvido das acusações feitas pela sua antiga esposa.

E ai os mesmos sites que na época noticiaram sua “prisão” que não houve, simplesmente não falaram nada.

Renato Diniz foi o único que apagou a postagem, mas também não falou nada sobre o caso para “”limpar”” a imagem dele.

E é exatamente nesse ponto que eu quero chegar.

Até quando a impresa vai usar do noticiário policial para arruinar reputações de pessoas que estão ai, sendo acusadas de crimes que não cometeram, mas pelo simples fato de ter uma denúncia faz com que eles noticiem amplamente qualquer caso.

Mas o que faz esses sites darem esse tipo de notícia é o fato de que conseguem atrair audiência curiosa para saber mais do fato, e que muita das vezes sequer leem a matéria até o fim em troca de vender anuncio para o comércio local.

Agora me diga caro leitor, se fosse acusado de um crime que não cometeu e a impresa ter exposto o caso e te intitulado como algo que não é, como se sentiria?

Desculpe, mas eu não estou aqui criticando a polícia nem a justiça, até porque a justiça nacional é muito falha, mas a minha critica é para a imprensa que acaba a reputação de pessoas de bem como o pastor Jonathan.

Eu não sei como ele está, se ainda está atuando na igreja ou com futebol, mas sei que certamente o fato dele ser abolvido das acusações não limparam sua imagem.

Agora me diz, até quando a imprensa vai continuar fazendo esse tipo de notícia?

No meu ponto de vista, qualquer pessoa pode ser acusada de qualquer crime, agora, se ela vai ser sentenciada ou não é outros 500 e ainda sim, como nossa justiça é falha, são poucos os casos que acompanho que as pessoas realmente são realmente culpadas do que são acusadas.

Claro, que não estou falando de casos pegos em flagrantes e com verdadeiras provas contra o acusado, e sim de casos onde há dúvidas sobre, e no meu ponto de vista a lei tem que ser cumprida.

Em caso de dúvida, inocente até que prove o contrário.

Isabel

Isabel é grande autoridade nessa área e especialista requisitado para congressos e palestras